CÂNCER e a sua cura.

  
Encontre aqui informações úteis e simples sobre saúde. Observe que o conteúdo é retirado de blogs da internet ou de emails que circulam na rede, nem sempre contendo a fonte científica. Portanto, trata-se, geralmente, do sábio "conhecimento popular".

CÂNCER e a sua cura.

Mensagempor Mochileiro » Ter Jun 05, 2012 10:42

O câncer é um dos grandes males deste século. Todos devemos nos informar melhor sobre ele. Veja o anexo.
Anexos
Cancer E A CURA.pps
(1.47 MiB) Baixado 174 vezes
Mochileiro
 
Mensagens: 586
Registrado em: Dom Mai 27, 2012 11:40

Limão e Mel: indispensáveis!

Mensagempor Mochileiro » Ter Jun 05, 2012 10:45

Causa Primária do Câncer

Sabiam que no ano de 1931 um cientista recebeu o prêmio Nobel por descobrir a CAUSA PRIMÁRIA DO CÂNCER?
Mas peraí, se a causa foi descoberta, por que ainda "não descobriram a cura??"
Vamos ser informados agora!

Otto Heinrich Warburg
(1883-1970).
Prêmio Nobel em 1931 por sua tese "A causa primária e a prevenção do câncer"

Segundo esse cientista, o câncer é a consequência de uma alimentação antifisiológica e um estilo de vida antifisiológico.

Por que?... porque uma alimentação antifisiológica - dieta baseada em alimentos acidificantes + sedentarismo, cria em nosso organismo um ambiente de ACIDEZ.

A ACIDEZ por sua vez EXPULSA o OXIGÊNIO das células!!!

Ele afirmou: "A falta de oxigênio e a acidez são as duas caras de uma mesma moeda: quando você tem um, você tem o outro."

Ou seja, se você tem excesso de acidez, então automaticamente falta oxigênio em seu organismo!
Outra afirmação interessante: "As substâncias ácidas repelem o oxigênio; em oposto, as substâncias alcalinas atraem o oxigênio."
Ou seja, um ambiente ácido, sim ou sim, é um ambiente sem oxigênio.
E ele afirmava que: "Privar uma célula de 35% de seu oxigênio durante 48 horas, pode convertê-la em cancerígena."

Ainda segundo Warburg: "Todas as células normais tem como requisito absoluto o oxigênio, porém as células cancerosas podem viver sem oxigênio - uma regra sem exceção."
E também: "Os tecidos cancerosos são tecidos ácidos, enquanto que os saudáveis são tecidos alcalinos."
Em sua obra "O metabolismo dos tumores", Warburg demonstrou que todas as formas de câncer se caracterizamn por duas condições básicas: a acidose (acidez do sangue) e a hipoxia (falta de oxigênio). Também descobriu que as células cancerosas são anaeróbias (não respiram oxigênio) e NÃO PODEM sobreviver na presença de altos níveis de oxigênio; em troca, sobrevivem graças a GLICOSE sempre que o ambiente está livre de oxigênio... Portanto, o câncer não seria nada mais que um mecanismo de defesa que tem certas células do organismo para continuar com vida em um ambiente ácido e carente de oxigênio.
Resumindo:
Células sadias vivem em um ambiente alcalino e oxigenado, o qual permite seu normal funcionamento:
Células cancerosas vivem em um ambiente extremamente ácido e carente de oxigênio:
IMPORTANTE:

Uma vez finalizado o processo da digestão, os alimentos de acordo com a qualidade de proteína, hidrato de carbono, gordura, minerais e vitaminas que fornecem, gerarão uma condição de acidez ou alcalinidade no organismo. Ou seja, depende unicamente do que você come!

O resultado acidificante ou alcalinizante se mede através de uma escala chamada PH, cujos valores se encontram em um nível de 0 a 14, sendo PH 7, um PH neutro.

É importante saber como os alimentos ácidos e alcalinos afetam a saúde, já que para que as células funcionem de forma correta e adequada, seu PH deve ser ligeiramente alcalino. Em uma pessoa saudável,
o PH normal do sangue se encontra entre 7,40 e 7,45. Leve em conta que se o ph sanguíneo caísse abaixo de 7, entraríamos em estado de coma próximo a morte. Abaixo do nivel NORMAL , o sangue é tido como ÁCIDO.

Então, que temos a ver com tudo isto? Vamos ao que interessa!!
Alimentos que acidifican o organismo:
# Açúcar refinado e todos os seus subprodutos - o pior de tudo: não tem proteínas, nem gorduras, nem minerais, nem vitaminas, só hidrato de carbono refinado que pressiona o pancreas. Seu PH é 2,1, ou seja, altamente acidificante
# Carnes - todas
# Leite de vaca e todos os seus derivados - queijos, requeijão, iogurtes, etc.
# Sal refinado
# Farinha refinada e todos os seus derivados - massas, bolos, biscoitos, etc.
# Produtos de padaria - a maioria contém gordura sagurada, margarina, sal, açúcar e conservantes
# Margarinas
# Refrigerantes
# Cafeína - café, chás pretos, chocolate
# Álcool
# Tabaco
# Remédios, antibióticos
# Qualquer alimento cozido - o cozimento elimina o oxigênio e o trasforma em ácido - inclusive as verduras cozidas.
# Tudo que contenha conservantes, corantes, aromatizantes, estabilizantes, etc. Enfim: todos os alimentos enlatados e industrializados. Constantemente o sangue se encontra autorregulando-se para não cair em acidez metabólica, desta forma garantindo o bom funcionamento celular, otimizando o metabolismo. O organismo DEVERIA obter dos alimentos, as bases (minerais) para neutralizar a acidez do sangue da metabolização, porém todos os alimentos já citados, contribuem muito pouco, e em contrapartida, desmineralizam o organismo (sobretudo os refinados). Há que se levar em conta que no estilo de vida moderno, esses alimentos são consumidos pelo menos 3 vezes por dia, os 365 dias do ano!!! Curiosamente, todos estes alimentos citados, são ANTIFISIOLÓGICOS!!...Nosso organismo não foi projetado para digerir toda essa porcaria!!!
Alimentos Alcalinizantes
# Todas as verduras cruas (algumas são ácidas ao paladar, porém dentro do organismo tem reação alcalinizante, outras são levemente acidificantes porém trazem consigo as bases necessárias para seu correto equilíbrio); cruas produzem oxigênio, cozidas não.
Frutas, igualmente as verduras, por exemplo o limão tem um PH " ácido " próximo a 2.2, porém - SAIBAM - dentro do organismo tem um efeito altamente alcalinizante (quem sabe o mais poderoso de todos). Não se deixe enganar ,impressionando-se com seu sabor ácido, ok? As frutas produzem quantidades saudáveis de oxigênio!
# Sementes: além de todos os seus benefícios, são altamente alcalinizantes, como por exemplo as amêndoas.

Cereais integrais: O único cereal integral alcalinizante é o milho, todos os demais são ligeiramente acidificantes, porém muito saudáveis!.. Lembre-se que nossa alimentação ideal necessita de uma porcentagem de acidez (saudável). Todos os cereais devem ser consumidos cozidos. O milho cozido ,é muito saboroso e muito saudável!
# O mel é altamente alcalinizante.
# A clorofila das plantas (de qualquer planta) é altamente alcalinizante (sobretudo a aloe vera, mais conhecida como babosa).
# Á água é importantíssima para a produção de oxigênio. "A desidratação crônica é o estressante principal do corpo e a raiz da maior parte de todas as enfermidades degenerativas", afirma o Dr. Feydoon Batmanghelidj.#O exercício oxigena todo teu organismo, o sedentarismo o desgasta. Não é preciso dizer mais nada, não é?

O Doutor George w. Crile, de Cleverand, um dos cirurgiões mais importantes do mundo declara abertamente:
“Todas as mortes ditas imprópriamente como "naturais", não são mais que o ponto terminal de uma saturação de ácidos no organismo.”
Como dito anteriormente, é totalmente impossível que um câncer prolifere em uma pessoa que libera seu corpo da acidez, nutrindo-se com alimentos que produzam reações metabólicas alcalinas e aumentando o consumo de água pura; e que por sua vez, evita os alimentos que produzem acidez, e se abstém de elementos tóxicos. Em geral o câncer não se contrai ( não se " pega " )nem se herda… o que se herda são os costumes alimentícios, ambientais e o estilo de vida que produz o câncer.

Mencken escreveu:
“A luta da vida é contra a retenção de ácido”.
"O envelhecimento, a falta de energia, o stress, as dores de cabeça, enfermidades do coração, alergias, eczemas, urticária, asma, cálculos renais e arterioscleroses entre outros, não são nada mais que a acumulação de ácidos."

O Dr. Theodore A. Baroody disse em seu livro “Alkalize or Die” (Alcalinizar ou Morrer):
"Na realidade não importa o sem-número de nomes de enfermidades. O que importa sim é que todas elas provém da mesma causa básica: muito lixo ácido no corpo!”

O Dr. Robert O. Young disse:
"O excesso de acidificação no organismo é a causa de todas as enfermidades degenerativas. Quando se rompe o equilíbrio e o organismo começa a produzir e armazenar mais acidez e lixo tóxico do que pode eliminar, então se manifestam diversas doenças."
E a quimioterapia?
Não vou entrar em detalhes, somente me limito a enfatizar o óbvio: a quimioterapia acidifica o organismo a tal extremo, que este recorre às reservas alcalinas do corpo de forma inmediata para neutralizar tanta acidez, sacrificando assim bases minerais (Cálcio, Magnésio, Potássio) depositadas nos ossos, dentes, articulações, unhas e cabelos. É por esse motivo que se observa semelhante degradação nas pessoas que recebem este tratamento, e entre tantas outras coisas, se lhes cai a grande velocidade o cabelo. Para o organismo não significa nada ficar sem cabelo, porém um PH ácido significaria a morte.


Eis a resposta do começo do email: >>> É necessário dizer que isto não é divulgado porque a indústria do câncer (leia-se indústria alimentícia + indústria farmacêutica) e a quimioterapia são alguns dos negócios mais multimilionários que existem hoje em dia??
É necessário dizer que a indústria farmacêutica e a indústria alimentícia são uma só entidade??
nota: Você se dá conta do que significa isto?
Quanto mais gente doente, mais a indústria farmacêutica no mundo vai lucrar! E pra fabricar tanta gente doente, é ncessário muito alimento lixo, como a indústria alimentícia tem produzido hoje no mundo, ou seja, um produz pra dar lucro ao outro e vice-versa, é uma corrente. Esta é uma equação bem fácil de entender, não é?)
Quantos de nós temos escutado a notícia de alguém que tem câncer e sempre alguém diz: "É.... poderia acontecer com qualquer um..." Com qualquer um????
Agora que você já sabe, o que você vai fazer a respeito?


A ignorância justifica, o saber condena.
"Que teu alimento seja teu remédio, que teu remédio seja teu alimento." Hipócrates


Fonte: www.antinovaordemmundial.com
Mochileiro
 
Mensagens: 586
Registrado em: Dom Mai 27, 2012 11:40

Atividade física reduz em 48% o risco de câncer!

Mensagempor Mochileiro » Sex Jun 22, 2012 11:53

Mortalidade por câncer diminui em 48% com atividade física de alto gasto calórico

O risco de mortalidade por câncer pode ser reduzido em 48% em pessoas não obesas, com funções metabólicas normais, que realizam atividade física regular e intensa, ou seja, com alto gasto calórico. É o que mostra um estudo realizado por pesquisadores de Nova York, a ser publicado no periódico científico Journal of Obesity.

Mais de 15 mil pessoas adultas participaram do estudo, que buscou identificar que modalidade de exercício físico (intensidade baixa, moderada e alta, de acordo com o gasto calórico) pode diminuir o risco de morte por câncer, já que pesquisas anteriores identificaram a obesidade como possível fator de risco para o câncer.

O estudo não encontrou relação entre a mortalidade por câncer e a atividade física com intensidade baixa a moderada em pessoas não obesas, nem qualquer tipo de atividade física reduziu a mortalidade por câncer em pessoas obesas. Mas as pessoas que realizavam atividades físicas com alto gasto calórico apresentaram uma diminuição significativa do risco de morte por câncer.

Manutenção do peso

Segundo a oncologista Christina Oppermann, gestora do serviço de prevenção do câncer do Instituto do Câncer Mãe de Deus, ao auxiliar na redução da obesidade, os exercícios físicos contribuem para a manutenção de um metabolismo normal, diminuindo o risco de câncer. A especialista comenta que o benefício dos exercícios físicos não depende apenas da modalidade escolhida.

— É importante que a pessoa escolha um exercício físico que a agrade e mantenha a disciplina — recomenda.

Um estilo de vida saudável também é fundamental, com controle da alimentação, exames médicos periódicos e um acompanhamento de um profissional para elaborar um plano de prevenção.

Gasto calórico

De maneira geral, um exercício físico de alto gasto calórico é aquele que envolve grandes grupos musculares, principalmente com movimentação de pernas e quadril, explica o educador físico Márcio Soares. Corrida, natação e bicicleta são alguns exemplos de modalidades, mas o profissional destaca que o efeito varia conforme a intensidade e o tempo de prática: uma caminhada prolongada também pode ter alto gasto calórico, por exemplo.

— Cada caso deve ser avaliado individualmente, conforme os objetivos e os limites de cada um. É importante também ter consciência de que os melhores efeitos se dão pela continuidade da prática esportiva — frisa.

Soares lembra que o sucesso de um exercício físico depende do equilíbrio de um tripé, que incluir treinar corretamente, alimentar-se adequadamente e descansar o suficiente para reabilitar o corpo. Por isso, antes de começar, é importante fazer uma avaliação física completa.


Fonte: http://zerohora.clicrbs.com.br/rs/vida-e-estilo/bem-estar/noticia/2012/06/mortalidade-por-cancer-diminui-em-48-com-atividade-fisica-de-alto-gasto-calorico-3797702.html
Mochileiro
 
Mensagens: 586
Registrado em: Dom Mai 27, 2012 11:40

Fruta melão-de-são-caetano reduz tumores de câncer

Mensagempor Mochileiro » Qua Nov 25, 2015 09:01

Fruta melão-de-são-caetano reduz tumores de câncer

"Este texto foi traduzido e adaptado do artigo original, escrito pelo Dr. Frank Shallenberger, e o link dessa versão encontra-se no final da matéria. Trata-se de uma tradução livre do artigo escrito em primeira pessoa publicado por Shallenberger. Acompanhe:
Eu estou sempre buscando por substâncias que dão uma “chave de braço” no metabolismo peculiar das células cancerosas. É vital que essas substâncias matem as células doentes e deixem as saudáveis intactas. Já falei sobre algumas de minhas descobertas científicas no passado, como o resveratrol, chá verde, seanol e outros. Mas hoje eu vou lhes falar sobre outra planta que seguramente mata o câncer de fome com tanta eficácia quanto uma quimioterapia. Na verdade, funciona inclusive no câncer de pâncreas, um dos mais difíceis de se combater.
A planta é um vegetal comum da Ásia e que tem o nome de melão amargo (Momordica charantia - no Brasil, pode ser conhecido como melão-de-são-caetano), sendo popular na região de Okinawa, no Japão.
O suco do vegetal, na concentração de 5% em água mostrou ter um potencial assombroso de lutar contra o crescimento dos quatro tipos de cânceres pancreáticos pesquisados, dois dos quais foram reduzidos em 90%, e os outros em incríveis 98% apenas 72 horas após o tratamento!
Já comentei em outros artigos a respeito da apoptose, que é a resposta natural de um organismo em lidar com células fora do comum - que simplesmente suicidam. O suco induziu essa morte programada por vários caminhos diferentes. Um desses caminhos foi o de colapsar o metabolismo de alimentação por glicose das células doentes, ou seja, privou-as do açúcar que elas necessitam para sobreviver.
Será que esses estudos de laboratório também servem para animais vivos? A resposta é um sonoro “sim”! Pesquisadores da Universidade de Colorado aplicaram doses em ratos que seriam proporcionais a humanos, e eles apresentaram uma redução em 64% do tamanho de seus tumores, sem efeitos colaterais. Esse nível de melhora ultrapassa os alcançados atualmente com o uso de quimioterapia para um tipo de câncer tão letal.
O responsável pela pesquisa na universidade, Dr Rajesh Agarwal, observou o costume chinês e indiano de usar o fruto em remédios para diabetes. Vendo que esta doença tende a vir antes do câncer pancreático, o doutor associou as ideias, criando novos rumos nas investigações existentes.
A dose utilizada foi de seis gramas de pó do melão amargo para um adulto de porte médio (75 quilos). Os grandes laboratórios e companhias farmacêuticas buscam encontrar petroquímicos patenteáveis que obtenham o mesmo resultado que Deus colocou nesse vegetal. Eles ficam boquiabertos como uma planta tão despretensiosa consegue desnutrir o câncer sem precisar de nenhuma química complexa.
No centro médico da Universidade de Saint Louis, a Dra. Ratna Ray, Ph. D. e professora de patologia, liderou pesquisas similares, testando primeiramente em células de câncer de mama e próstata e depois experimentando em cânceres da cabeça e pescoço, que embora representem 6% apenas dos casos, são agressivos e se espalham facilmente, começando por vezes pela boca, garganta, nariz.
Com efeito, após quatro semanas de tratamento controlado em animais, o volume e crescimento dos tumores reduziu. A doutora ressalta: "É difícil medir o resultado exato do tratamento com o extrato de melão amargo no crescimento das células, porém combinado com as terapias e remédios existentes, pode auxiliar na eficácia do combate ao câncer."
Pesquisadores descobriram recentemente que a síndrome metabólica é amenizada pelos benefícios no metabolismo glicólico. Ótimas notícias, pois não se destrói o câncer por uma via só, e eu acredito que deve ser multifocal: em outras palavras, fortalecer o sistema imunológico, desintoxicar, eliminar infecções dentais e materiais tóxicos dos dentes, alcalinizar o organismo, oxidar o corpo com terapia com oxigênio, e prover nutrientes específicos para dar uma “chave de braço” nos caminhos particulares do metabolismo do câncer.
Todas as células cancerosas mostram uma produção anormal de energia que utiliza fermentação ineficiente de glicose. O melão amargo pode ser um excelente aliado ao combate dessa produção de energia anormal. Você pode encontrá-lo na maioria das lojas naturais ou comprar online."

http://www.folhadelimoeiro.com/2015/04/uma-planta-muito-simples-consegue-matar.html
Mochileiro
 
Mensagens: 586
Registrado em: Dom Mai 27, 2012 11:40

Re: CÂNCER e a sua cura.

Mensagempor Mochileiro » Dom Jul 31, 2016 06:08

O respeitável e genial médico e cientista Lair Ribeiro afirma que já existe prova de que o consumo de vitamina D3 reduz em 85% o risco de se ter câncer:

www.youtube.com Vídeo de : www.youtube.com
Mochileiro
 
Mensagens: 586
Registrado em: Dom Mai 27, 2012 11:40

Re: CÂNCER e a sua cura.

Mensagempor Mochileiro » Dom Nov 05, 2017 01:19

Na publicação "O SEGREDO FOI REVELADO: O CÂNCER NÃO É UMA DOENÇA, MAS SIM A DEFICIÊNCIA DISTO NO CORPO!", há 2 receitas simples e baratas pra se alcalinizar o organismo e assim se evitar câncer. É mais uma ideia a partir do estudo do médico alemão genial Otto Heinrich Warburg, que foi um dos maiores nomes da medicina no século 20. Ele ganhou o Prêmio Nobel em 1931 e teve nada menos do que 47 indicações para receber essa premiação ao longo de sua vida.

Aqui vão 2 receitas pra se alcalinizar o organismo:

RECEITA 1

INGREDIENTES

1/3 colher (chá) de bicarbonato de sódio (use o vendido em farmácias)

2 colheres (sopa) de suco de limão espremido na hora

Uma vez que preparar: coloque o suco de limão no copo e vá adicionando o bicarbonato de sódio aos poucos.

A combinação de ácido/base começará imediatamente e fará um “fizz”, aquela reação típica de efervescentes.

Continue adicionando bicarbonato de sódio até que o fizz pare.

Em seguida, encha o copo com 200mL de água.

Hipertensos, por pretexto do bicarbonato, não devem consumir esta bebida alcalina.

Para eles, o melhor é a receita seguinte.

RECEITA 2


INGREDIENTES

2 litros de água

1 limão

Uma vez que preparar: ponha 2 litros de água numa jarra.

Golpe 1 limão em 8 partes, sem espremer e sem tirar a casca.

Deixe resfolgar durante 8 horas.

Depois, basta consumir a água alcalina ao longo do dia.

Fonte: http://dicaspravocee.com/o-segredo-foi-revelado-o-cancer-nao-e-uma-doenca-mas-sim-a-deficiencia-disto-no-corpo/?p=20065
Mochileiro
 
Mensagens: 586
Registrado em: Dom Mai 27, 2012 11:40


Voltar para Saúde

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 0 visitantes

cron